SEGESP PROMOVE CAPACITAÇÃO SOBRE “QUESTÃO ÉTNICO-RACIAL NO COTIDIANO JUVENIL”; INSCRIÇÕES SEGUEM ABERTAS ATÉ O DIA 03/11

Home > SEGESP PROMOVE CAPACITAÇÃO SOBRE “QUESTÃO ÉTNICO-RACIAL NO COTIDIANO JUVENIL”; INSCRIÇÕES SEGUEM ABERTAS ATÉ O DIA 03/11 Voltar

SEGESP PROMOVE CAPACITAÇÃO SOBRE “QUESTÃO ÉTNICO-RACIAL NO COTIDIANO JUVENIL”; INSCRIÇÕES SEGUEM ABERTAS ATÉ O DIA 03/11

 PUBLICADO EM: 25/10/2022 ÀS 18:22

 ATUALIZADO EM: 26/10/2022 ÀS 09:50

Com o propósito de promover ações que potencializem a construção positiva da identidade étnico-racial, bem como o combate da discriminação, preconceito, racismo institucional e de outras expressões da desigualdade de raça, e outros valores ou direitos protegidos ou que comprometam os ideais defendidos pela Constituição Federal de 1988, a Secretaria de Gestão de Pessoas (Segesp) promove, o curso “Questão étnico-racial no cotidiano juvenil”. A capacitação, programada para o dia 07 de novembro, às 14h, é voltada para estagiários de nível médio do Tribunal, como parte do Projeto Saúde do Adolescente e Jovem, idealizado pela Assistente Social Denise Ferreira (Segesp), convidando também para esta última edição do ano de 2022 os estagiários de graduação e de pós-graduação do PJBA. 

São 250 vagas disponíveis. Demais interessados na temática também podem participar. As inscrições serão realizadas em parceria com a Universidade Corporativa (Unicorp), através do Sistema de Educação Corporativa (Siec), no link disponível para “Visitantes”. – https://siec.tjba.jus.br/siec/cadastroVisitante, até o dia 03/11, 

A capacitação, que tem como palestrante a Professora e Pós-Doutora Bárbara Carine Soares Pinheiro, faz parte do projeto Saúde do Adolescente e do Jovem, promovido pela Segesp, com o apoio da Coordenação de Desenvolvimento Organizacional e de Pessoas (Codes). O tema escolhido para o debate está situado dentro das ações comemorativas, reflexivas e de intervenção do mês do Novembro Negro, alusivo às comemorações do Dia da Consciência Negra (20/11).  

Dentre os assuntos discutidos estão questão étnico-racial no cotidiano juvenil; construção de identidade étnico-racial; equidade racial; racismo estrutural, institucional e religioso. 

Um dos objetivos da palestra é discutir a temática étnico-racial no Brasil e no universo juvenil, a fim de cumprir os objetivos da Portaria CNJ n. 108 de 8 de julho de 2022. O documento dispõe sobre a elaboração de estudos e indicação de soluções, com o intuito de formulação de políticas judiciárias sobre a igualdade racial no âmbito do Poder Judiciário.  

A iniciativa Saúde do Adolescente e Jovem visa desenvolver atividades de educação e saúde com vistas a potencializar o projeto de vida dos jovens e melhor qualificar a sua prática profissional em campo de estágio. Além disso, considera que todos os espaços são potencialmente importantes para promover conhecimento, prevenção e promoção de saúde para o público-alvo.     

O projeto teve início no mês de setembro com a palestra “Projeto de Vida e Qualidade de Vida – Prevenção ao Suicídio”, ministrada pelo Assistente Social e Professor, Anailton dos Anjos, e mediação da Assistente Social da Segesp, Denise Ferreira, com o objetivo de contribuir com a redução do estigma relacionado aos transtornos psicológicos, bem como aumentar a compreensão sobre a magnitude do suicídio como problema de saúde pública e a disponibilidade de estratégias institucionais eficazes de prevenção. Dando continuidade à proposta, foi realizado também uma roda de conversa com a temática: “Setembro Amarelo: Tabus, Prevenção e Valorização da Vida”, que promoveu discussões abrangentes sobre cuidados diários com a saúde emocional, a prática da educação financeira e a elaboração de um projeto pessoal – interligando essas questões com a valorização da vida e a promoção do bem-estar diário.    

Em outubro, as explanações do Projeto Saúde do Adolescente e Jovem teve como pauta “Sexualidade, respeito à diversidade, saúde sexual e reprodutiva”. O propósito foi incentivar a saúde e o bem-estar em uma perspectiva ampliada, através da realização de atividades e ações de prevenção ao HIV/aids e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST) entre adolescentes e jovens na cidade de Salvador, como parte das ações do Estudo PrEP1519 – Estudo da efetividade da Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) para o HIV e das estratégias de captação e vinculação entre adolescentes. 

Saiba mais   

Currículo de Bárbara Carine: Graduada em Química e em Filosofia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Professora Adjunto III na mesma instituição. Tem mestrado e doutorado em ensino de química pelo programa de pós-graduação em Ensino, Filosofia e História das Ciências da UFBA/UEFS. Realiza estágio de Pós-doutorado na Cátedra de Educação Básica – IEA USP. Foi coordenadora de área do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) de 2015a 2018. Atua como coordenadora do Grupo de Pesquisa em Diversidade e Criticidade nas Ciências Naturais (DICCINA); sócia-fundadora e consultora pedagógica na Escola Afro-brasileira Maria Felipa, primeira escola Afro-brasileira do Brasil. Recebeu da Câmara Municipal de Salvador o Prêmio Maria Felipa 2021, é também autora do livro “@Descolonizando_Saberes: mulheres negras na ciência”.   

Descrição da imagem: marca do projeto Saúde do Adolescente e do Jovem {fim da descrição}.

#Pratodosverem #pracegover

Fonte: Ascom

  • Calendário

    March 2024
    SMTWTFS
    1
    2
    3
    4
    5
    6
    7
    8
    9
    10
    11
    12
    13
    14
    15
    16
    17
    18
    19
    20
    21
    22
    23
    24
    25
    26
    27
    28
    29
    30
    31
          
    < Feb Apr >
  • Tags