“SAÚDE” É INSERIDA COMO TEMA NO PORTAL CNJ DE BOAS PRÁTICAS DO PODER JUDICIÁRIO

Home > “SAÚDE” É INSERIDA COMO TEMA NO PORTAL CNJ DE BOAS PRÁTICAS DO PODER JUDICIÁRIO Voltar

“SAÚDE” É INSERIDA COMO TEMA NO PORTAL CNJ DE BOAS PRÁTICAS DO PODER JUDICIÁRIO

 PUBLICADO EM: 29/04/2022 ÀS 16:13

 ATUALIZADO EM: 29/04/2022 ÀS 16:13

A partir de agora, entre os 23 temas apresentados no Portal CNJ de Boas Práticas do Poder Judiciário está o eixo “saúde”. A inclusão foi anunciada na reunião do Comitê Executivo do Fórum Nacional do Judiciário para a Saúde (Fonajus). O Desembargador Mário Albiani Júnior, Diretor-Geral da Universidade Corporativa (Unicorp) do Poder Judiciário da Bahia (PJBA) e membro do Comitê Executivo Estadual, estava presente no evento.

Podem ser cadastradas, para análise e validação pelo Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), as ações que aperfeiçoam decisões judiciais e orientam políticas judiciárias para o aprimoramento das formas adequadas de soluções de conflitos envolvendo a saúde pública e suplementar. Também podem ser inscritas as iniciativas que garantam segurança jurídica, processual e institucional na relação entre sociedade e prestadores de serviço de saúde dos setores público e privado.

No Fonajus, realizado na quarta-feira (27), aconteceu o seminário “Judicialização da Saúde Suplementar”, no qual recebeu destaque dados compreendidos entre 2015 e 2021. Conforme apontado, foi registrada, por ano, uma média de 400 mil novos processos ligados à temática da saúde no país. Desses, 130 mil foram relativos a planos e seguros de saúde. Os dados foram apresentados pelo Conselheiro Richard Pae Kim na abertura do seminário, promovido pelo CNJ em parceria com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Fórum

O Fórum Nacional do Judiciário para a Saúde foi criado em 2010, por meio da Resolução CNJ n. 107/2010, com a atribuição de monitorar as ações judiciais que envolvam prestações de assistência à saúde, incluindo o fornecimento de medicamentos, produtos ou insumos em geral, tratamentos e disponibilização de leitos hospitalares. O grupo também monitora processos referentes ao Sistema Único de Saúde e atua para propor medidas concretas e normativas para otimizar rotinas e estruturação de unidades judiciárias especializadas.

Saiba mais:  

Saúde integrará rol de boas práticas da Justiça validadas pelo CNJ  

Saúde suplementar responde por 130 mil demandas judiciais anualmente 

Descrição da imagem: Participantes do Fonajus no plenário do CNJ. 

Fonte: Ascom

  • Calendário

    February 2024
    SMTWTFS
    1
    2
    3
    4
    5
    6
    7
    8
    9
    10
    11
    12
    13
    14
    15
    16
    17
    18
    19
    20
    21
    22
    23
    24
    25
    26
    27
    28
    29
      
    < Jan Mar >
  • Tags